Mariana & Rômulo

23/07/2014 | | |


"A primeira vez que vi meu namorado foi no casamento da minha mãe. Eu estava no fim de um relacionamento, mas ainda estava namorado, por isso nem dei muita bola. Só o vi e pensei: Nossa, que menino lindo. Depois descobri que minha mãe e uma amiga, bêbadas, foram falar pro garoto e pros pais dele que eu tinha achado ele lindo, e minha mãe ainda disse que ele ia ser genro dela. Pois bem, o tempo passou. Terminei com meu ex na semana seguinte, e me mudei pra cidade que minha mãe morava. 
Moramos na praia, e todo domingo eu fazia meu irmão ir comigo só pra ficar vendo o dito cujo por lá. Mas eu não tinha coragem de me aproximar. Até que contaram pra ele que eu estava interessada nele, mas ele também não veio falar comigo. E isso durou de setembro até dezembro. 

Nessa época, ele trabalhava num restaurante que eu frequentava desde pequena, e que tinha umas festas todo mês. Cismei que tinha que ir à tal festa e que tinha que chamar a atenção dele. Me arrumei toda - vestido, salto, cabelo e maquiagem - e fui com a cara e a coragem. Chamar a atenção dele eu consegui, mas ainda assim não nos falamos. Isso aconteceu no começo de novembro, e até  o ano novo ficamos só nessa troca de olhares. 

Já era dia 1 de janeiro, quase fim de festa, quando nos falamos pela primeira vez. Estávamos num grupo de pessoas e trocamos algumas palavras. Um dos meninos do grupo, que tinha ficado meu amigo e era amigo dele, salvou meu número no celular dele com a desculpa que o dele tava sem bateria e ele queria falar comigo no whatsapp depois. No dia seguinte saímos em grupo, mas quase não nos falamos. Era até engraçado. Nos falávamos bastante pelo celular, mas pessoalmente os dois morriam de vergonha.


Até que no dia 03 de janeiro, combinamos de ir ver filme na minha casa. Só que antes disso, íamos pra um churrasco na casa da minha mãe. E ele não quis ir porque tava com vergonha. Então, quando ele foi encontrar com a gente na hora de ir lá pra casa, passou em frente à casa da minha mãe e ela disse: Vem cá, meu filho, tá faltando o que pra você agarrar essa menina? Tem que te ensinar a beijar? Morri de vergonha!!! Mas nesse dia finalmente rolou nosso primeiro beijo e, desde então, começamos a ficar. 20 dias depois ele me pediu em namoro e hoje, dia 23/07, fazemos 6 meses juntos.

E nesse meio tempo tanta coisa louca rolou. Tipo medo dos pais dele não aceitarem nosso namoro (porque eu tenho 20 e ele tinha 16 na época. Fez 17 quando estávamos ficando há um mês), umas primas loucas que não aceitaram o fato de ele estar namorando (fui a primeira namorada dele), uns amigos que davam crises de ciúmes e acabavam me ofendendo... Mas ainda bem que superamos tudo isso, rs."

A história é linda, não é minha gente? Não devemos desistir do amor. Ele é nossa maior riqueza adquirida na Terra. Vale mais que qualquer coisa, qualquer objeto! Tudo passa, menos o amor que deixamos guardado nas entrelinhas da vida.

Não deixe o amor passar. Não deixe as oportunidades passarem... Não perca a chance de ligar outra vez. Não perca a chance de pedir desculpas.
 Capinha da Chanel disponível em: TPM de ofertas

Beijos no coração


Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Template por Design 4Bloggers - Todos os direitos reservados. imagem-logo